CISMAS l Quem fala o que quer….

0
50

O ditado popular diz que: “quem fala o que quer, ouve o que não quer” …

        Em síntese poderíamos também dizer que tais pessoas recebem uma reação contrária, mais pesada e contundente e, depois, “vão se queixar para o Bispo”.

        Na grande maioria das vezes, não se dão ao respeito.

Tenho cismas com isso.

Pois o ministro do stf, dias toffoli (vocês já sabem porque escrevo em letras minúsculas), teve a sua viagem para o início do mês de julho suspensa, quando iria proferir palestra em Gramado-RS, nos dias 8 e 9, na 26a. Jornada Internacional de Direito, por questões de segurança.

No meio do caminho, suspenderam o evento presencial, transferindo-o para virtual.

Alegam que a medida tem a ver com as possíveis ameaças que o ministro estaria sofrendo, pelas redes sociais.

Lembram…” quem fala o que quer, ouve o que não quer e está sujeito a chuvas e trovoadas” …

Diversos apoiadores do evento passaram então a retirar os seus nomes do anúncio, bem como os seus patrocínios, visto a repercussão da presença do ministro em Gramado-RS.

Por exemplo lá está o Hotel Serra Azul, que mandou e-mail pedindo para retirar a sua marca do material de divulgação da Jornada Internacional de Direito, também a Caracol Chocolates cancelou o apoio ao saber quem seriam os palestrantes, o Empório Essenza suspendeu o patrocínio e nem deu explicação, entre outros.

Por que será?

Quais seriam os grandes entraves para que essas marcas retirassem seus patrocínios?

Pela feiura do ministro?

Será que as perguntas já não estão mais do que respondidas, ou seria preciso um belo e colorido desenho?

Truculência, gritam seus pares.

Ninguém aqui está incentivando a nada, muito e antes pelo contrário, a violência nunca nos levará a nada, mas existe um outro ditado que diz: “o peixe morre pela boca”…

O stf e sua corte, de uns tempos para cá vem demonstrando as suas tendências, exaustivamente espelhadas por suas decisões monocromáticas e de plenário e, não bastasse a tudo isso, as entrevistas destes senhores dizem muito bem do que eles estão travestidos, portanto, quem não se dá o respeito está sujeito a chuvas e trovoadas.

Não reclamam, não gritam, não dizem aos quatro ventos que o povo brasileiro não reage, que é acomodado, só quer samba e futebol…quando este mesmo povo protesta veementemente, e, diga-se de passagem, com razão, são truculentos…por favor…

Entendam, somos totalmente contra a tais ameaças pelas redes sociais, que, nunca ninguém viu, nem leu, e, também ninguém as publicou…

Estão investigando?

Sim, porque os magistrados com toda a certeza estão a exigir que sejam punidos os responsáveis, pelo bem e a boa conduta do stf…com caviar, lagostas regadas a vinhos Romanée-Conti, uísques escoceses e toda a mordomia que lhes são peculiares, quando infelizmente somos nós que pagamos…

        Enquanto isso, as togas se fazem de vítimas, mas na hora da interpretação da lei, quando se dizem guardiões da Constituição, suas tendências falam muito mais alto.

        Isto sim é truculência, clara e à luz do dia.