Em menos de 48 horas, Polícia Civil prende comparsa de indivíduo morto em tentativa de assalto em Encruzilhada do Sul

0
538

Menos de 48 horas após o crime, a Polícia Civil, através das Delegacias de Encruzilhada do Sul e de Caçapava do Sul, prendeu preventivamente um homem de 31 anos apontado com um dos autores do roubo majorado ocorrido em um sítio na localidade do Passo da China, interior de Encruzilhada do Sul, na noite de domingo (19).

Por ocasião do roubo, a vítima, um agricultor de 54 anos, entrou em luta corporal com um dos indivíduos, após ter a porta da residência arrombada, e conseguiu tomar-lhe a arma de fogo, desferindo um disparo que atingiu o suspeito na altura do peito.

Publicidade

O homem de 44 anos, de Caçapava do Sul, fugiu e morreu a poucos metros do sítio, em razão do disparo. O comparsa, também morador de Caçapava do Sul, fugiu em um veículo VW/GOL vermelho.

Ainda na segunda-feira, as investigações lograram êxito em identificar o outro indivíduo participante do crime, tendo a Autoridade Policial representado ao Poder Judiciário pela prisão preventiva. A ordem foi expedida com urgência e devidamente cumprida em Caçapava do Sul, nesta terça-feira (21).

Publicidade

Segundo o Delegado João Vitor Herédia, responsável pela investigação, a integração e ação rápida dos policiais foi determinante para o êxito na prisão: “Ainda no local do crime, após identificarmos o suspeito em óbito, ja levantamos as possíveis companhias e os antecedentes criminais com o apoio dos policiais de Caçapava do Sul. Em seguida, as investigações nos apontaram, sem deixar margem pra dúvidas, que o segundo autor seria esse indivíduo de 31 anos, de Caçapava. Os dois, inclusive, ja haviam sido presos juntos em 2020”.

Publicidade

Ainda de acordo com o Delegado titular de Encruzilhada do Sul, o agricultor não deve responder criminalmente pela morte. “A vítima agiu amparada pela legítima defesa. Ao ter a porta arrombada, visualizou um homem sacar uma arma de fogo e logo o segurou pelo braço. Entraram em luta corporal e o único meio disponível, após conseguir tomar a arma das mãos do criminoso, foi disparar. A vítima é um senhor de 54 anos, sem antecedentes criminais. Já o autor ostenta diversos antecedentes e tinha uma compleição física muito maior do que a da vítima. Além disso, o agricultor nos forneceu sua versão com riqueza de detalhes. O levantamento do local corroborou a versão narrada. Por isso, entendemos que a situação era de perigo iminente, tendo a vítima agido amparada pela legítima defesa”.

O Inquérito Policial deve ser concluído nos próximos dias.

Fonte e foto: Polícia Civil