Governo do Estado não emite avisos ou alertas para as regiões Covid

0
131
O governo do Estado não emitiu avisos ou alertas para as 21 regiões no Sistema 3As de Monitoramento, que gerencia a pandemia de covid-19 no Rio Grande do Sul. Coordenada pelo governador Ranolfo Vieira Júnior, a reunião do Gabinete de Crise ocorreu por videoconferência na tarde desta quarta-feira (13).

Mesmo com números estáveis em relação às internações hospitalares, os integrantes do gabinete alertaram para a necessidade de reforço no esquema vacinal. “Não podemos gerar uma sensação de absoluta tranquilidade, porque a realidade não é essa. Os números são estáveis, mas manter o esquema vacinal completo é fundamental. Cito o meu caso. Recentemente fui acometido pela covid e, como estou com as vacinas em dia, tive poucos sintomas e em um curto período pude retornar à minha rotina”, afirmou Ranolfo.

Publicidade

Para a secretária da Saúde, Arita Bergmann, a vacinação é um fator de proteção individual e coletivo e tem relação direta com a redução do número de dias de internação, assim como na diminuição de registro de óbitos. “Temos que avançar em relação à dose de reforço e ao esquema completo, que nos permitiram estar em uma situação melhor. Muitas pessoas não estão procurando porque acham que está tudo bem”, ressaltou.

Segundo números divulgados pelo Gabinete de Crise, a situação hospitalar no Rio Grande do Sul é de estabilidade no número de internados por Covid. Contudo, o panorama é considerado delicado, em razão das taxas de ocupação nas UTIs – como se costuma verificar no inverno – e do risco da entrada das subvariantes, que podem gerar um aumento da demanda por leitos por pacientes de covid.

Embora não houve emissão de avisos e alertas, os integrantes do Gabinete de Crise e os grupos de trabalho relacionados ao tema permanecem monitorando os dados relativos à pandemia no estado.

Fonte: Governo do Rio Grande do Sul