Montanha russa ou carro desgovernado?

0
303

Segunda feira, dia dezesseis de maio. Um amanhecer espetacular no Vau dos Prestes. Céu azul, sol e ar fresquinho. É preciso se movimentar. Aquecer-se. Todavia, as previsões são assustadoras. Segundo a Metsul Meteorologia, teremos muito vento essa semana. Possibilidade de chuva congelada, frio intenso. Informam que podem ser condições atípicas mesmo para o inverno.

Previsões que assustam. Extremas. Estamos passando por isso, tivemos um verão muito seco. Quente, prejudicou as lavouras. Depois, chuvarada, o Camaquã saiu da caixa. Agora, essa aí.

Segundo estudiosos do clima, estamos passando por uma fase de aquecimento da superfície do planeta. A humanidade está queimando muito petróleo, com isso lançando gases que impedem o calor de se dissipar. Também estamos sujando a atmosfera.

Resultado do aquecimento são os extremos. Muito frio, muito calor, muita chuva, muita seca. Ventos fortes, e assim por diante.

Podemos pensar em duas alegorias. A da montanha russa e a do carro desgovernado. Na montanha russa, experimentamos sensações muito fortes de medo. Mas sabemos que é tudo controlado, existe uma possibilidade muito pequena de acidente. Nesse caso, o resultado é diversão. Porque no final tudo fica bem. Já o outro caso é diferente. Quem nunca viu, ou esteve dentro de um carro desgovernado, pode ver nos youtube da vida. Dá uma leve guinada para um lado, outra um pouco mais forte para o outro. Então o centro de equilíbrio do veículo se desloca e o motorista perde o controle. Como resultado, um acidente, nem sempre com final feliz.