AGENDA l Preparem-se

0
74

         Hoje, vou conversar com a turma que ainda está na ativa e cultiva sonhos mirabolantes para a aposentadoria.

– Quando eu me aposentar vou fazer mundos e fundos…vou aprender a tocar um instrumento musical, vou ler todos os livros que sempre quis ler e não consegui por falta de tempo, vou viajar mudo afora, vou jogar futebol todos os dias, pescar todos os fins-de-semana, me reunir com os amigos todas as noites…

         Quantas vezes vocês já escutaram esses planos de amigos, de colegas e até de você mesmo?

         Aliás, tudo isso tem o tom de que a vida profissional, o seu trabalho, seus colegas, “são um sacrifício” e que a aposentadoria é a redenção de todos os seus tédios e problemas.

         Até pode ser.

Para tanto, preparem-se!

         Preparem-se para tudo isso.

         Nada e ninguém merece o desconforto de uma vida sem qualquer perspectiva, por isso procurem exemplos ao redor de vocês…

         Exemplos que traduzam “as promessas não realizadas” e, depois, tentem manter um contato, com o justo fim de não cometerem os mesmos erros.

         Quero lhes dizer com isso que a prática é totalmente ao contrário dos sonhos e das promessas que juraram.

         Não sei e nem tenho as estatísticas, mas de tudo o que se vê e se escuta, de cada 10 aposentados, 1 conseguiu se reinventar e 9 encontram-se hoje, deprimidos, de pantufas e em frente a uma televisão.

         Nada do que almejaram, dos sonhos que construíram foi para frente.

         Talvez até já nem saibam mais quem são, pois lá na ativa, tinham uma identidade profissional, hoje são e estão anônimos nos recônditos das suas casas.

         Quem deixar de se preparar quando ainda consegue exercitar o seu cérebro a cada dia, longe do ócio e das mesmices diárias, quem deixar para “depois” os seus planos até mesmo mirabolantes, vai se dar mal.

         Para todo e qualquer futuro, exige-se um planejamento.

         Quem acreditou que no dia seguinte da sua aposentadoria haveria uma chave que seria só virar e estariam no paraíso, enganaram-se: não existe esta chave.

         A chave quem cria, quem instala, quem forja é você mesmo durante a sua vida de atividade profissional, pois que o sucesso dos seus planos está justamente em planejá-los e, principalmente, dar-lhes as condições necessárias para que se tornem realidade.

         Aliás, uma das grandes sacadas é você ir se treinando, comprando um instrumento musical e experimentando, é estipular um ritmo para os seus livros e a sua leitura, é viajando aos poucos e aprimorando o seus espírito de aventura, é dando-se condições físicas para que possa sempre e cada vez mais praticar o seu esporte preferido, é construir uma pequena e prática estrutura para as suas pescarias e, principalmente, como fundamento número um, estar com os seus amigos e cultivar outras tantas novas amizades.

         Tenham sempre em mente que o seu futuro começa é agora, hoje.

         Quando chegar o momento da sua aposentadoria, você deve estar preparado, treinado, em plena atividade com seus planos futuros, pois todos os nossos sonhos precisam ser tratados com muito carinho.

         Imaginem um jardim e as flores são seus planos…cultive-as.

         Preparem-se para isso!

“Os dias talvez sejam iguais para um relógio, mas não para um homem.”

Marcel Proust – escritor francês