Brasil goleia no último jogo das Eliminatórias

0
158
O Brasil encerrou a campanha nas Eliminatórias Sul-Americanas da maneira ideal: superou a altitude, goleou a Bolívia por 4 a 0 na noite desta terça-feira (29), no Estádio Hernando Siles, em La Paz, e bateu o recorde histórico de pontuação no torneio, com 45 – desde que passou a ter esse formato com todas as seleções se enfrentando em ida e volta. Com um time muito mexido em relação à goleada sobre o Chile, sem Neymar e Vini Jr, principalmente, o técnico Tite pôde fazer observações e dar minutos a quem jogou menos. O novo time correspondeu: Lucas Paquetá, Richarlison (duas vezes) e Bruno Guimarães, fizeram os gols da vitória brasileira, na última parada oficial antes do Catar. Falta ainda definir o jogo suspenso contra a Argentina, pela sexta rodada – é provável que ele seja realizado na Austrália, em junho.

Além da maior pontuação da história, superando a Argentina antes da Copa de 2002, a Seleção Brasileira também ampliou sua série invicta nas Eliminatórias: agora são 34 partidas sem perder. A equipe de Tite aumentou a vantagem como melhor ataque da competição – 39 gols – e chegou apenas à terceira vitória na altitude de La Paz, quebrando um jejum de 25 anos (só havia vencido em 1981 e 1997). Por fim, a vitória ainda deve levar a Seleção à liderança do ranking da Fifa, atualmente nas mãos da Bélgica.

Publicidade

Uma das novidades de Tite, Bruno Guimarães foi o melhor em campo nesta terça – deu uma assistência para Lucas Paquetá e depois recebeu o presente de volta, dentro da área, e finalizou de primeira para anotar um golaço. O meio-campista do Newcastle puxou uma fila que ainda teve o próprio Paquetá, Antony e nomes que entraram no segundo tempo, como Gabriel Martinelli, que iniciou a jogada do terceiro gol. Disputa acirrada pelas vagas no elenco que vai defender o Brasil na Copa.

O Brasil vai conhecer os adversários na Copa nesta sexta-feira (1), com o sorteio dos grupos no Catar – a partir das 13h (de Brasília). Além disso, o planejamento inclui amistosos no meio do ano – um deles contra a Argentina, que também já valeria pela rodada restante das Eliminatórias.

O Brasil garantiu a melhor campanha das Eliminatórias e fecha o torneio com 45 pontos, a seis da Argentina, segunda colocada com 39 – Equador e Uruguai também estão na Copa, e o Peru vai disputar a repescagem contra o vencedor da última eliminatória asiática entre Emirados Árabes Unidos e Austrália. A Bolívia, que já estava fora da disputa, encerra em penúltimo lugar com 15 pontos, à frente apenas da Venezuela.

Fonte: Ge e Portal Arauto