CISMAS

0
1676

VOCÊ É UM E NÃO É OS OUTROS… 

        Muito se vê isto por aí.

        E, o pior, quem tem fome de oportunismos exagerados, proporções bem maiores daqueles que estamos acostumados a ver, acolhe para si o espaço dos outros, sequestra indevidamente a boa vontade das boas pessoas…e não se surpreendem com nada de anormal, não se flagram (ou, fingem que não…) e nem estão aí.

        São verdadeiros oportunistas.

        Tenha consigo, seja de que modo for e, se porventura queira ter bem mais liberdade de espírito, coração e alma, que seu espaço é individual, é seu e só seu, ele é sagrado, e não é dos outros.

        Creio e quase tenho certeza de que todos vocês já ouviram ou viram alguém que é denominado, pela convivência cotidiana, de “espaçoso”.

        Pois é destes mesmos de que estamos falando…oportunistas.

        Aliás, não…não é destes de que estamos falando, pois que estamos tentando argumentar é das suas defesas, das suas atitudes frente ao “espaçoso” e em aversão aos oportunistas.

        Eles, entendam, não possuem nenhum “desconfiômetro”, mesmo porque querem (de qualquer maneira) atingir uma meta, em uma atitude, um pedido, um favor, normalmente exagerados e oportunistas e, aí é que você precisa aprender a dizer não.

        NÃO!

        Naturalmente se tudo isso é sempre uma mesma coisa, se esse “espaçoso” vive ao seu lado, convive com você e tem a mania de estar te “ocupando” o tempo todo, seja com o que for e como for.

        Basta, diga NÃO!

        Até mesmo aquele que lá de vez em quando chega de mansinho perto de você para “pedir” …porque sabe que você não sabe dizer não, porque sabe que você tem um enorme coração, porque sabe que você não mede esforços para fazer…seja lá o que for, se o “pedido” está na pauta do “espaçoso”, do oportunista.

        Consigo mesmo e sinceramente, admita a sua fraqueza, interiormente (se for o caso, naturalmente) …e diga não, demarque limites, esclareça com todas as palavras possíveis e inimagináveis, até onde as outras pessoas podem ir com você.

        Aa “fronteiras”.

        Saiba que estamos falando de tudo, até mesmo com frases, definições, opiniões, e, é claro, fuja sempre das confusões, dos embaraços, das balbúrdias…

        Não concorde para simplesmente agradar ao “espaçoso” e não faça o que não tem vontade de fazer, de ir, de buscar, de levar…se isto lhe traz contrariedades, na sua alma, no seu coração, no seu tempo…não vá, não busque, não leve.

        Infelizmente existem pessoas que costumam desfrutar com apreciação insolente da sua bondade, da sua presteza, daquele seu bom coração.

        E, a isto denominamos tranquilamente de desrespeito, quando também podemos nominar de: aquele ou aquela que abusa da condescendência de outrem.

        Excessivos, insultantes, afrontadores.

        Conhecem sim o significado de “aproveitador(a), explorador(a)…

        Diga não, quando você tem e deve dizer não, e não se acanhe, não tenha medo de nada e de nenhuma resposta, pois você é você…possui sentimentos próprios e o que vai te machucar, te prejudicar, te atrapalhar, é preciso dizer NÃO!

        Tome sempre o seu partido, seja sempre para você e a favor de você, coloque a sua pessoa sempre e sempre em primeiro lugar.

        Pelo teu bem-estar e pela tua paz interior…eles(as) os(as) espaçosos(as) que “vão catar coquinhos”!

        Você é um, e não é os outros.