CISMAS (Coluna de Opinião)

0
509

DIFÍCIL ENTENDER…

         Até o presente momento, e hoje estamos no dia 20/02/2024, ainda não se consegue entender o que aconteceu na Câmara de Vereadores de Encruzilhada do Sul-RS.

         Vamos usar do pragmatismo e conversarmos somente no âmbito de Encruzilhada do Sul.

         Pois bem, ontem foi aprovado subsídio de em torno de 43% aos honorários do Prefeito Municipal, para a próxima legislatura.

         Esse é o fato e nele é que vamos nos ater, nos restringirmos.

         Sinceramente, isto não é um absurdo?

         Fica difícil entender de onde esta ideia teve proliferação e, foi aprovada pelos edis da Casa Legislativa do nosso município.

         Tenho certeza absoluta de que a nossa comunidade desaprovou totalmente tal deformidade, pois isso nada mais é do que um desatino, uma total anormalidade aos requisitos básicos e viáveis de qualquer pessoa eleita pelo povo, pois dele (o povo) é que são “empregados”.

         Vamos e convenhamos, um salário do prefeito municipal de aproximadamente R$ 29.300,00, em um município que tem apenas e tão somente 23 mil habitantes…não é uma total aberração?

         Vai entender…

         Ainda mais que os funcionários públicos e professores, segundo informações, ainda nem foram reajustados (e, com certeza se forem, serão” agraciados” com apenas o índice da inflação, se forem), muito menos tramitou pela Câmara de Vereadores o projeto para tanto.

         É esperar para ver…

         Voltamos ao ponto: de onde, como, por que e o que levou à efeito este índice de 43%, para aumentar o salário do prefeito municipal na próxima legislatura, ou seja, em 2025?

         Segundo ao que nos chega e, isto deve ser dito, o tal projeto que já foi aprovado ainda ontem, foi apresentado pela presidência desta casa e, que não encontrou guarida na comunidade encruzilhadense.

        Senhores e senhoras, sem sombra de dúvidas este fato não pode cair no esquecimento das próximas eleições, pois a aplicação das atitudes e dos efeitos de tudo isso, devem ser responsabilizados, sem sombra de dúvidas.

         Foi uma atitude irresponsável, uma injúria, um excesso inesquecível aos anais políticos do município de Encruzilhada do Sul, com toda a certeza, e esta é a repercussão no seio da comunidade, só não enxerga quem não quer.

         E porque se chega a esta conclusão: porque não existe nenhum argumento plausível, razoável, admissível para sinalizarem este índice de 43% de aumento nos subsídios do prefeito municipal e, vejam, do município de Encruzilhada do Sul-RS, com em torno de 23 mil habitantes.

         Sim, é verdade, vivemos numa democracia…por isso e em ambos os lados, a ação e a crítica devem ser respeitadas, sob todos os aspectos, pois existe uma aprovação e, consequentemente deu origem a uma indignação geral dos munícipes.

         Simples assim.

         São as impressões, as consequências e os resultados de tudo isso.

         Vida que segue…fazer o quê?

-:-

 

Viver é isto. Ficar o tempo todo se equilibrando entre:

escolhas e consequências.