Desistência

0
2914

PAPO-RETO (Opinião Esportiva)

        Antes de mais nada é preciso relatar, justamente porque aqui é um espaço que não cabe panos-quentes e de opinião, que o Internacional ao que parece, simplesmente desistiu do Campeonato Brasileiro.

        Altivo, é bem verdade, no entanto perdeu o seu elã, o seu entusiasmo, a sua garra e, atingindo os pontos necessários para disputar no ano que vem a Copa Sul-Americana, está de muito bom tamanho ao que parece.

        Esta é a interpretação de muitos e muitos torcedores, mensagem que vem do campo, dos seus atletas e diretoria, não tem como pensar diferente.

        Provavelmente a Libertadores causou um trauma no time Colorado, pois está demonstrado nas atuações constrangedoras que o time e seu treinador andam apresentando.

        Palmeiras 3 x 0 Inter: a cada fracasso surge uma desculpa diferente.

-:-

 

MONTANHA-RUSSA TRICOLOR

 

        Sobe e desce, cai e levanta, vai e vem, ganha e perde…a gangorra tricolor cada vez mais está declarada.

        O Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense, decididamente neste ano e em todas as competições em que atuou, muito mais que um time de futebol, mais parece um fole de gaita ou uma montanha-russa.

        Perdeu ontem, domingo, uma grande chance de galgar uma posição privilegiada no Campeonato Brasileiro, e dentro de casa para o Corinthians de Mano Menezes e sua retranca.

        Menezes entrou em campo com três zagueiros, claramente com muito receio do centroavante tricolor, Suárez, estava visto.

        Logo no início do jogo houve um lance ao menos duvidoso em que poderia ter sido pênalti a favor do Corinthians e, se tivesse dado o pênalti, no minuto seguinte, talvez não houvesse a expulsão de Bruno Méndez.

        Sendo assim, as coisas poderiam ontem, ter sido muito piores.

        Como o time de Mano Menezes trouxe para Porto Alegre uma retranca declarada, onde Cássio, pela incapacidade do Grêmio, fez apenas intervenções (além de muita cera), ficou demonstrada a condição da “Suárezdependência Tricolor”.

        E, novamente a sua defesa foi vazada, o que fica evidente sua fragilidade e em todo o Campeonato.

        Aqui vamos deixar um registro sobre a incompetência e descaso da organização da Arena e dos responsáveis pelo trânsito nos acessos ao estádio, ocasionando grandes transtornos aos torcedores gremistas, de novo.

        O Grêmio, desta vez, perdeu sua grande chance de consolidar a busca do título de Campeão Brasileiro.

        Matematicamente isso ainda é possível, é verdade, mas derrotas como essas, em casa, desmancham qualquer prognóstico mais otimista.

        Vamos e convenhamos: essa fala dos jogadores e dirigentes de que a cada fracasso só sabem dizer: “vamos trabalhar mais…”, é uma grande chatice, a velha desculpa esfarrapada.

O Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense é uma montanha-russa, uma euforia, uma decepção, assim como anda, desanda…

Para onde vai, ninguém sabe.