Dia D lembrou medidas de prevenção contra a Dengue

0
286
A última sexta-feira (26) foi a data escolhida como o Dia D para lembrar o quanto a prevenção, informação e cuidados podem ajudar no combate ao mosquito transmissor da dengue, chikungunya e zika, Aedes aegypti.
A mobilização e união de todos, governo e população, é a melhor forma de derrotar o mosquito, principalmente nos meses de novembro a maio, considerados o período epidêmico para as doenças transmitidas pelo Aedes aegypti. Neste período, o calor e as chuvas são condições ideais para a sua proliferação.
Entre os locais mais propícios para a proliferação estão recipientes expostos à água da chuva, como lixo, calhas e ralos entupidos, pratos e vasos de plantas, reservatórios de água para animais domésticos, ocos de árvore, bromélias, caixas d’água e lajes.
Contudo, é recomendado ficar atento a potenciais criadouros internos, como vasos sanitários desativados, coletores de água da geladeira e do ar-condicionado, suporte de garrafão de água, entre outros.
Os sintomas de dengue, chikungunya ou zika são bem parecidos. Eles incluem febre, acompanhada de dor de cabeça, dores no corpo e articulações, prostração, fraqueza, dor atrás dos olhos, erupção e coceira na pele, manchas vermelhas pelo corpo, além de náuseas, vômitos e dores abdominais. Ao sinal desses sintomas, a orientação é procurar imediatamente a unidade ou serviço de saúde mais próximo de sua residência.
Fonte: Assescom
Edição: Jornal 19 de Julho