E a vida, continua?

0
258

 

         Este é o título de meu mais recente livro: E a Vida, Continua?

         Considero-o um marco em minha vida, não pelo livro em si, pois que já tenho outro publicado, “Resgate no Tempo”, onde trago algumas das minhas mais de 1.500 crônicas escritas em jornais, contudo pela sua essência, pelo sentido da mensagem que eu gostaria de passar, pelo intuito de simplesmente ajudar.

         E, meu sexto sentido diz que vou atingir o objetivo desta obra, quando as pessoas a lerem e, se eu conseguir acudir, amparar, auxiliar apenas e tão somente uma pessoa, o livro “E a Vida, Continua?”, já atingiu plenamente os seus intentos.

         O editorial, abaixo transcrito, retrata fielmente o espírito, a ideia central, o argumento principal daquilo que eu quis contar para vocês em suas páginas, sem subterfúgios, meias verdades ou panos quentes.

         Ei-lo:

Esperança, fé e coragem – essas palavras estão dentro desta obra com grande profusão, como uma maneira de instigar o leitor e a leitora, para que optem por elas, no afã de que a vida transcorra em harmonia.

As tempestades vão existir, contudo a fé, a esperança e a coragem serão a Égide contra as intempéries de nossas caminhadas.

Nada é invencível, senão as palavras do Criador.

Existe uma história, e ela está inserida nas páginas deste livro, com determinação e positividade, contando em suas linhas, a realidade nua e crua durante toda saga, sempre buscando todos os recursos ao alcance das mãos, quer neste mundo, quer no plano espiritual…”

São páginas onde procurei transcrever uma história, verdadeira, muito verdadeira, com a pretensão de poder ajudar as pessoas, sem mitigar os fatos e, muito menos, buscar afagos os blandícies, pelo contrário, mostrar que nem tudo está perdido e, que, uma notícia, não pode ser e não é a finitude de uma vida.

Uma grande e derradeira verdade: “Você nunca sabe a força que tem, até que a sua única alternativa é ser forte”.

Como no editorial, as palavras de “esperança, fé e coragem”, estão em abundância nesta obra e, é exatamente disso de que todos nós precisamos, para bem enfrentarmos as pedras que estão em nossos caminhos.

Não questionei em nenhum momento a minha privacidade, pois desde a concepção de escrever este livro, senti que “Meus Protetores” mereciam esta deferência e, talvez, tenham me encaminhado para tal, pois, afinal de contas, outras pessoas poderiam e podem estar precisando de um ou, vários alentos.

Pretensão?

Prefiro amenizar esta expressão e, muda-la para “aspiração”, “desejo”, “vontade”, de simplesmente “ajudar”.

Em alguns momentos, novas descobertas podem levar você aos questionamentos sobre a vida, sobre e espiritualidade e, em meio as incertezas, a finitude dos ciclos emerge sem nem mesmo pedir licença.

Mas, prefira sempre seu rosto para o lado do sol e, deixe para as suas costas, as sombras.

Em, “E a Vida, Continua?”, coube até momentos hilários, que não pude deixar de registrar, me divertindo muito com tudo isso.

Acredito que você vai gostar de ler.

“O que não enfrentamos em nós mesmos acabaremos encontrando como destino.”  Carl Jung

O livro está disponível nas plataformas da Editora Viseu, Magazine Luiza, Amazon (inclusive em e-book) e, para o seu conforto, também no Pub Casa Central, ali no Marcelão, aqui na nossa Encruzilhada do Sul.

Espero que apreciem.

Fraternal abraço.