Encontro nacional reúne cadeia produtiva da noz-pecã em Encruzilhada

0
538

Nos dias 23 e 24 de novembro, Encruzilhada do Sul realizará o I Encontro Nacional da Pecanicultura – ENAPecan 2023, um evento que congrega toda a cadeia produtiva da noz-pecã com o propósito de avaliar o presente do setor e planejar estratégias para um futuro próspero e sustentável. Organizado pelo Instituto Brasileiro de Pecanicultura (IBPecan) e pela Prefeitura Municipal, em parceria com Embrapa, Emater/RS, Secretaria Estadual da Agricultura e Pecanera Brasil, o encontro conta com o apoio da Universidade Federal de Pelotas (UFPel) e do Centro Cultural Divina Providência.

Publicidade

De acordo com o prefeito do município-sede do encontro, Benito Paschoal, “Encruzilhada está de braços abertos para receber palestrantes, produtores e convidados do ENAPecan, um evento de suma importância para a região do Vale do Rio Pardo, que detém destaque no cenário nacional da pecanicultura devido às condições climáticas e do nosso solo, muito favoráveis para nos estabelecer como berço da noz-pecã.

O presidente do IBPecan, Eduardo Basso, destaca a importância da participação dos produtores de pecans, enfatizando que o evento é uma oportunidade para demonstrar o potencial do setor, discutir avanços e limitações, e buscar soluções alinhadas com a era digital, o meio ambiente e a crescente demanda por uma alimentação saudável. O presidente ressalta que as estratégias de venda nos mercados interno e externo serão temas centrais dos debates.

O primeiro de muitos

Esta edição do ENAPecan é apenas o começo de uma série“, afirma o engenheiro agrônomo Carlos Roberto Martins, pesquisador da Embrapa. Ele destaca que a intenção é tornar o encontro periódico, fortalecendo continuamente toda a cadeia produtiva da noz-pecã. Martins enfatiza a importância do intercâmbio de conhecimentos e experiências com instituições de ensino, pesquisadores, estudantes e órgãos governamentais, visando a atualização constante em tecnologias e técnicas inovadoras.

Publicidade

A programação do encontro aborda o desenvolvimento e a qualificação da pecanicultura brasileira, com uma visão geral do setor por parte de diversas entidades, incluindo o IBPecan, o Programa Estadual de Desenvolvimento da Pecanicultura (Pró-Pecã), a Câmara Setorial da Noz-Pecã, Embrapa, Emater e o Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa). Especialistas da Argentina e dos Estados Unidos também compartilharão suas experiências, oferecendo insights para novos caminhos e tendências no setor.

Grade de palestras e atividades

Diversos assuntos serão discutidos durante o ENAPecan, incluindo a qualidade das mudas de nogueira-pecã, cultivares, regulamentos da inspeção vegetal do Mapa, colheita e pós-colheita, processamento das nozes, conservação e armazenagem, irrigação, fertilidade do solo, adubação, poda, desbaste, raleio, manejo fitossanitário e o Programa Nacional de Cadeias Agropecuárias Descarbonizadas (Carbono + Verde).

Em sua programação, após o primeiro dia de painéis pela manhã e à tarde, haverá a Churrasqueada Pecaneira, um jantar que vai dispor de um ambiente descontraído com alimentação e música. No segundo dia, está prevista a visitação à Pecanera Brasil, com estações sobre manejo do pomar, manejo fitossanitário com drone, colheita e pós-colheita, seguido por um assado campeiro para encerrar as atividades.

O evento acontecerá no Centro de Formação Divina Providência, em Encruzilhada do Sul. O investimento por pessoa, com coffee break e almoços (não contemplando o jantar Churrasqueada Pecaneira) é de R$ 150 para público geral e R$ 100 para associados IBPecan e estudantes. As inscrições podem ser feitas através do preenchimento de formulário no site do IBPecan (clique aqui).

Fonte: Assessoria de Imprensa