“Estamos acompanhando a situação das enchentes no RS” afirma Maneco Hassen

0
584

Em contato com o secretário de Comunicação Institucional do Governo Federal, Maneco Hassen, na manhã desta quarta-feira (1º), a equipe do Portal Arauto questionou sobre como o Governo Federal tem acompanhado a situação do Rio Grande do Sul. “Desde a primeira vez que as chuvas começaram a atingir o Estado, o Governo Federal acompanha a situação junto com a Defesa Civil Estadual”, frisou.

Segundo o secretário, na terça-feira (30), logo após o meio-dia, o ministro Paulo Pimenta acionou o Ministério da Defesa e o Ministério da Integração Nacional, e as Forças Armadas imediatamente disponibilizaram aeronaves para ajudar no resgate de pessoas. “Há, inclusive, helicópteros para salvamento em Candelária”, apontou.

Publicidade

Maneco explicou que hoje pela manhã, mais de 300 homens das Forças Armadas atuam no resgate de vítimas e desobstrução de vias nos municípios afetados pelas enchentes. “Temos oito aeronaves à disposição da Defesa Civil para colaborar no salvamento. A Defesa Civil Nacional já enviou uma equipe para o Rio Grande do Sul a fim de acompanhar e auxiliar os municípios atingidos. Vamos continuar, como fizemos em outras ocasiões, acompanhando, participando e ajudando o Governo Estadual com tudo aquilo que é de responsabilidade do Governo Federal”, garantiu.

Indagado se o Governo Federal já pensa no cenário pós-enchente, o secretário responde: “Neste momento o foco principal é o resgate das pessoas que permanecem ilhadas e correm risco de vida, mas já estamos trabalhando também para as primeiras ações humanitárias que estão sendo necessárias. Há muitas famílias desabrigadas e o Governo Federal é parceiro. Criou muitos recursos para isso em outras oportunidades e vai enviar novamente, cumprindo a determinação do presidente Lula que é de estar perto das pessoas na hora em que elas mais precisam. E depois que a água baixar, claro que teremos muitas ações de reconstrução nas cidades.”

Fonte: Jornal Arauto