Grêmio e Inter lançam campanha pela reconstrução do Estado

0
501

Com o apoio institucional do governo do Estado, clubes lançaram a campanha “Jogando Junto – Pela Reconstrução do RS”

Com o apoio institucional do governo do Estado, Grêmio e Internacional lançaram, nesta terça-feira (21), a campanha “Jogando Junto – Pela Reconstrução do RS”, que busca incentivar grandes empresas a participarem do restabelecimento econômico do Estado. Antes mesmo do lançamento oficial, a iniciativa já viabilizou auxílios, em dinheiro e insumos, que somam R$ 28,4 milhões.

Publicidade

O evento, que ocorreu no Centro Administrativo Contingencial (CAC), em Porto Alegre, contou com a presença do governador Eduardo Leite e dos presidentes dos dois clubes, Alberto Guerra (Grêmio) e Alessandro Barcellos (Internacional).

O desastre atingiu a todos, mas emanou também um sentimento de coletividade, que deve ser transformado em uma alavanca de reconstrução rápida e efetiva. A rivalidade entre os dois times foi convertida em uma soma de esforços em favor da população. É um gesto exemplar e admirável que, tenho certeza, vai inspirar a todos”, afirmou Leite.

As doações poderão ser feitas diretamente às famílias afetadas, a pequenas e médias empresas ou a entidades que direcionem a ajuda para a retomada de atividades produtivas. Além de contribuições financeiras, o auxílio poderá ocorrer por meio da concessão de crédito, descontos e outros benefícios. Em resposta à ajuda, os clubes farão a divulgação – em seus uniformes, por exemplo – das marcas que participarem da reconstrução econômica do Estado.

Esse projeto representa a nossa responsabilidade social. Juntos, temos cerca de 20 milhões de torcedores. Esta é uma situação única que envolve o compromisso dos dois clubes. A nossa rivalidade vai continuar dentro de campo, quanto pudermos voltar a jogar, mas agora o nosso jogo é outro”, disse o presidente do Grêmio, Alberto Guerra.

Publicidade

É hora de esquecermos o que nos diferencia e jogarmos juntos pela reconstrução do Rio Grande do Sul. Vamos trabalhar, fora de campo, para que possamos transformar a força da rivalidade Gre-Nal na reconstrução do Rio Grande do Sul”, ressaltou o presidente do Inter, Alessandro Barcellos.

Também participaram do evento o vice-governador, Gabriel Souza; o chefe da Casa Civil, Artur Lemos; o chefe de Gabinete do Governador, Euclides Neto; o secretário do Esporte e Lazer, Danrlei de Deus; o secretário da Reconstrução Gaúcha, Pedro Capeluppi; o secretário-adjunto de Comunicação, Alexandre Elmi; e o coordenador da Central Única das Favelas (Cufa), Júnior Torres.

Publicidade

Gestão dos recursos

O governador Eduardo Leite explicou que os valores arrecadados não serão destinados ao governo do Estado.

Os recursos não estarão vinculados ao governo estadual. Esta é uma iniciativa da sociedade civil, a partir dos clubes esportivos. Inclusive, as marcas podem fazer a doação diretamente. O que os clubes vão fazer é ajudar a divulgar para potencializar essas iniciativas. Eles utilizarão sua capacidade mobilizadora, audiência e visibilidade”, explicou o governador.

A Central Única das Favelas (Cufa) foi escolhida pela Dupla Gre-Nal como ente que centralizará e receberá contribuições, caso o apoiador não tenha escolhido uma destinação específica.

Fonte: Governo do RS