NOVOS CAMINHOS

0
327
Por Krretta
Por Krretta

Estamos vivendo um tempo muito intenso, de mudanças e adaptações.
Vem por aí um novo espaço, uma nova fase a trilhar, novos momentos, um amanhã renovado, um porvir que deverá estar onusto de recentes tratados, e com outros procedimentos.
Uma nova época entra no ar, repleta de muitas expectativas, e, carregada de mais experiências, com rebuscadas pretensões, para que sejam os trabalhos realizáveis, e suscetíveis ao sucesso.
Esperamos seja assim, mas, também podemos afirmar com bem mais persuasão que assim vai ser, dando ênfase ao convencimento de que as coisas podem acontecer sim, pois fazem parte da nossa vontade, e em prol deste pensamento, dispomos de força e coragem, com toda a certeza, para singrar com este barco em mares nunca dantes navegados.
Um novo tempo se aproxima e, devemos estar preparados para ele, lhe fazer companhia, companhia revigorada pelas pretensões que listamos, lhe ser fiel, trazer consigo a certeza de que o bom andamento deste projeto mais dependerá da nossa imparcialidade e de nossa reprodução, sempre e cada vez mais, da verdade.
Sempre a verdade.
Serenos, justos, verdadeiros, para que não sejamos traídos pelos imprevistos que ainda poderão advir de nossas incompreensões, inexperiências ou erros, pela pressa ou incúria em passar por este tempo e não vive-lo honestamente.
Volver aos nossos erros é lição já compreendida, ou deveria ser, uma vez que, agora, passamos a formular nossos novos desejos, muito embora tenhamos a grande chance de rever o que não aconteceu, e, humildemente voltarmos a repeti-los, no entanto com muita precaução, evitando, naturalmente, inexatidões praticadas anteriormente.
Sutilmente o jornalismo e suas nuances nos dão uma nova chance.
Somos agraciados em ter a oportunidade de começar uma nova história e, por isso, essencialmente devemos gratidão ao nosso Criador, principalmente pela Perfeição em que fomos colocados em partilhar, qual não seja esta vida que passa rapidamente por entre acertos e erros que cometemos, o que o inverso é bem mais possível ser verdadeiro.
Por mais paradoxal do que possa parecer, um outro (velho) novo e, em outra ocasião.
Ei-la.
É tempo e é hora.
Renovar.
Renovar as esperanças e em novos caminhos, sempre em proveito de nossa boa convivência com o cotidiano da vida, evitando atropelos, aborrecimentos, contratempos, eis a questão com que agora nos deparamos, pois é preciso viver, e, viver não é fácil não…
Profetizou Milton Nascimento, é preciso ter força, é preciso ter raça, é preciso ter gana sempre, também é preciso ter manha, é preciso ter graça, é preciso ter sonho sempre, é preciso ter a mania de ter fé na vida…
Jornalismo é tudo isso e muito mais.
Voltamos e, por inteiro, a viver novas sensações, a enfrentar novas paragens, dispostos à luta, a obter vitórias e, precisamos estar fortes e eretos frente aos reveses, com a mesma tranquilidade com que abraçamos e aceitamos este novo desafio.
Eis aí um novo momento, sem borbulhas dos espumantes e tilintar das taças, mas com muita serenidade e o discernimento necessário de formular nossos incontáveis desejos, na ânsia eterna de que se realizem, com louvor.
Empreguemos, pois dignidade as nossas esperanças, para que sejamos honestos em nossos propósitos, eis a verdadeira sensibilidade de quem quer conquistar mais êxitos nas jornadas vindouras.
Junte-se aí, a fé.
Vai dar certo.

“O jornalismo é, antes de tudo e sobretudo, a prática diária da inteligência e o exercício cotidiano do caráter”
Cláudio Abramo