PAPO-RETO (Coluna de Opinião e Informação)  

0
388
Reprodução Twitter Alessandro Barcellos

BORRÉ VAI CHEGAR…

…, mas não se sabe quando.

        Não interessa, ou melhor, interessa sim, mas não é o que agora preocupa.

        Rafael Santos Borré, agora, é do Sport Club Internacional (bem que poderiam, Inter e Grêmio – Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense, “aportuguesarem” seus nomes…, mas este é outro Papo-Reto) e tem a data de 10 julho para oficializar a sua transferência.

        O Inter adquiriu 80% dos direitos econômicos do atleta num custo de 6,2 milhões de euros (não é oficial), cerca de 33,3 milhões de reais, em quatro parcelas anuais, sendo a primeira de 2 milhões de euros em 2024.

        Faz em torno de uma semana que dirigentes do Inter, inclusive o presidente Alessandro Barcellos, estão na Alemanha para concluírem as negociações em torno deste jogador.

        Sendo assim, Borré já é do Inter e, a novela que vinha se arrastando há um bom tempo, terminou com um final feliz.

        Muito ao contrário do seu rival, Grêmio, que, quer queiram ou não, desde junho/julho de 2023, já sabiam que Suárez não iria ficar em Porto Alegre (olhem o trocadilho, Suárez foi para o Inter de Miami), e o que fizeram de lá até hoje para contratar um substituto de Luisito (vejam que é Luisito com “s”, pois seu primeiro nome é Luis com “s”)?

                Só para enriquecer a cultura…O que significa o nome Luis com s? Significa combatente glorioso e indica uma pessoa criativa e inteligente, que tem coragem e desprendimento suficientes para enfrentar qualquer tipo de empreitada.

        Não fizeram nada, ou praticamente nada, pois o que foi ou estava planejado, e se planejado, foi muito mal planejado, e não deu certo.

        Desde a diretoria do ex-presidente Romildo Bolzan Júnior, tem-se como uma grande característica a incompetência da diretoria gremista em buscar reforços.

        Que me perdoem, mas os analistas de mercado do Tricolor Gaúcho são muito fracos, nada profissionais, e basta ver o que já aconteceu no Grêmio, ou melhor, quem o Grêmio contratou nestes últimos anos, exceto, naturalmente, Luis Alberto Suárez.

        Exemplo disso tudo que aconteceu, esta aí na Arena Tricolor, de volta, Campaz, Jamilton Leandro Campaz, que dizem que vai embora novamente, mas que foi uma das mais caras transações gremistas nos últimos anos.

        Deu certo?

        Todos viram…não deu certo e agora, a imprensa gaúcha estampou a manchete que Campaz vinha (olha a redundância) de volta, como um grande reforço.

        Haja paciência!

        Mas, voltemos…e o centroavante, que sabiam desde a metade do ano passado que não ficaria…onde está o seu substituto?

        Onde está o Departamento de Futebol, os analistas de mercado, a diretoria, onde estão?

        JP Galvão vai ser o nome do Grêmio para 2024, tendo além do Campeonato Gaúcho e do Campeonato Brasileiro, a Copa do Brasil e a Copa Libertadores para disputar?

        JP Galvão?

        Em contrapartida e, muito embora com os cofres abastecidos, o Inter presenteou a sua torcida com Lucas Alario e Rafael Borré.

        Está bom ou querem mais?