Um facebook para a Cosel

0
513

Sábado agora, um pouquinho antes das dezenove horas, a energia elétrica apagou aqui no Vau dos Prestes. Tempo sereno, sem vento, hora do banho. Sem luz. Demorou exatas duas horas para voltar.

Ficar no escuro é muito desagradável, porque a gente está acostumado com a energia. Mas pior do que ficar no escuro é não conseguir descobrir por que não tem luz, e nem se alguém está agindo para fazer a luz voltar.

Aqui no Vau, como em grande parte do interior do município, quem comanda a luz é a COSEL. A COSEL é uma cooperativa, diferentemente da CEEE ou a tal multinacional que opera a companhia estadual. Uma pequena cooperativa de fornecimento de energia, acho que das menores do Estado. Num município onde todo mundo se conhece.

Mas a COSEL não tem um sistema prático de comunicação com os associados, que são, em última análise, os donos da cooperativa. Existe um número de telefone para emergências. No entanto, é queixa de todos que o tal número não atende. De fato, no sábado tentei ligar, estava fora do ar. O número tem whattsapp, enviei mensagem, mas percebi que nem chegou e nem foi lida e nem respondida.

Isso é cruel com quem mora longe. Hoje em dia existem inúmeras formas de comunicação, e não é difícil escolher alguma para dar alguma informação. Durante muito tempo foi usado o rádio para avisar sobre interrupções no fornecimento de energia, mas já não se ouve mais rádio como antigamente, e novas opções são muito mais ágeis.

Pena que a nossa COSEL não use essa agilidade. No sábado, enquanto esperava a volta da energia para tomar um banho, pensei no facebook. Seria tão fácil criar uma página no aplicativo que todo o interior acessa, e publicar ali algumas informações tranquilizadoras. Tais como, “já sabemos que a luz caiu”, “estamos consertando”, “previsão de retorno em tantas horas”

Enquanto pensava nisso, recebi a informação de que a falta de energia se devia a um acidente, um automóvel bateu num poste. Houve uma interrupção no fornecimento de energia por cerca de quinze minutos na cidade, mas que lá já estava tudo normal. Resolvi, então, publicar no facebook que estava sem energia, e perguntar se era para todos ou só para mim. Era para todos e, para meu espanto, em seguida a luz acendeu.

Opa, agora ficou a dúvida. E se o telefone da emergência estava desligado, alguém leu meu comentário e lembrou de religar o dispositivo que corta a luz quando acontece algo como esse acidente? Pode ser que sim, pode ser que não. Nunca saberei, mas a COSEL deveria criar um canal mais eficiente de comunicação com o associado, afinal cooperativa é co operativa.