Vigilância Ambiental em Saúde discute combate à dengue no Município

0
475
Na manhã desta segunda-feira (19) o Secretário da Saúde Fabiano Freitas, o coordenador da Vigilância Ambiental em Saúde, Rodrigo Azambuja, e os Agentes de Endemias Paulo Alexandre Lemes da Rosa e Paulo Ricardo Oliveira, reuniram-se na sala de reuniões da Prefeitura Municipal para criar estratégias de combate ao mosquito Aedes aegypti.

Publicidade
O Estado está vivendo uma epidemia de dengue, com infestação do mosquito em mais de 90% dos municípios gaúchos. Em razão disso, hoje a principal atividade desenvolvida pelo Setor de Vigilância Ambiental em Saúde é o controle do mosquito, através de diversas ações como a realização de visitas domiciliares para identificar e eliminar criadouros do mosquito transmissor da Dengue, Zika, Chikungunya e Febre Amarela, além de orientar os moradores sobre as medidas de prevenção e controle, coleta e envio de amostras para laboratório, registro e monitoramento dos índices de infestação, entre outras ações.
Ficou decidido que na próxima sexta-feira (23) será realizado fumacê com o inseticida Cielo em diversas ruas que serão divulgadas durante a semana.
Publicidade
A orientação da Vigilância Ambiental em Saúde é que, durante o fumacê, os proprietários abram as janelas e movimentem os móveis e cortinas para desalojar os mosquitos que estão no interior das residências. Pede-se ainda que eles retirem alimentos expostos (de humanos e animais) e água. Quem tiver aquários em casa deve cobrir e desligar filtro. E, principalmente, as pessoas não devem ficar expostas à nuvem de borrifação.
O Secretário de Saúde, Fabiano Freitas, alerta que a Vigilância Ambiental em Saúde está tomando medidas de prevenção e combate ao mosquito mas a contribuição da comunidade é imprescindível: “É fundamental que a população se conscientize e ajude a eliminar quaisquer focos do mosquito” destacou.
Fonte e foto: Prefeitura Municipal