Ovinocultura terá projeto para difusão

0
311

Por: Sindicato Rural de Encruzilhada do Sul

Anúncio foi feito durante troca de coordenação da Comissão de Ovinos da Farsul

A Comissão de Ovinos da Farsul irá pôr em prática um projeto de difusão da ovinocultura e todos os seus segmentos para os próximos três anos. O anúncio foi feito no dia 27 de janeiro, durante a 38ª Feovelha, realizada em Pinheiro Machado. Na ocasião ocorreu a mudança na coordenação da Comissão que tem agora Beth Lemos na coordenação e Cristina Soares Ribeiro e Ney Luzardo Ulrich Neto como coordenadores adjuntos.

Publicidade

Conforme Lemos, o projeto foi elaborado por Ulrich e tem como primeira ação a organização das informações do setor. “O Nei elaborou o projeto com a expertise que ele tem e passa pela estatística de dados, nós precisamos ter dados, não podemos ficar naquilo de eu acho que nós temos três milhões de ovinos, não eu acho que são dois milhões”, disse. A busca por integração também fará parte do trabalho da Comissão.

“Outro aspecto também é estimular as universidades, os novos médicos veterinários, zootecnistas, agrônomos para que venham para a realidade da ovinocultura. Que saibam se integrar com a Farsul pela Comissão, com a Arco. Aliás, este é um trabalho que o presidente Gedeão também enfatiza, que a Comissão de Ovinos seja uma parceira da Arco, que a gente trabalhe junto. Que o Senar-RS, o Sebrae/RS, através do programa Juntos Para Competir, todos formem um grupo que trabalhe unido. Esse é um dos objetivos da Comissão”, comentou.

Lemos quer aumentar a participação de produtores na Comissão. “Outro objetivo é trazer a maior quantidade de ovinocultores, não importa o tamanho. Mas, que eles venham sentir que a Comissão apoia o trabalho deles e que ajuda nos seus anseios, nos seus problemas. Nós queremos ouvir esse produtor e ajudá-lo no que for possível”, garantiu.