44% das brasileiras querem ser donas do próprio negócio, aponta pesquisa

0
59
Happy young coffee shop owner talking on he mobile phone while typing on her laptop on the counter
  • Nas regiões Nordeste e Sul, 56% e 45% das mulheres, respectivamente, as demonstram mais desejo de empreender
  • A atividade de motorista parceira tem sido uma oportunidade para começar o próprio negócio há tempos, as mulheres deixaram o papel exclusivo de cuidar da casa, e conquistaram o direito ao trabalho.

Elas querem ser donas do próprio nariz e do próprio negócio. Pelo menos é o que demonstra uma pesquisa encomendada pela 99, empresa de tecnologia voltada à mobilidade urbana e conveniência, e desenvolvida pela Consumoteca. 78% das mulheres brasileiras participam diretamente das despesas da casa, arcando com os custos sozinhas ou compartilhando com companheiros, companheiras, familiares ou amigos e quase metade delas quer empreender, ou ser autônomas, sem patrão.

Publicidade

Segundo a pesquisa, 44% das brasileiras têm como maior sonho trabalhar por conta própria. Essa meta atinge números ainda maiores na região Nordeste, onde empreender é desejo da maioria das mulheres (56%), seguida pelas regiões Sul (45%), Centro- Oeste e Norte (41%) e Sudeste (37%). Dentro desse objetivo, muitas encontram nos aplicativos de transporte uma resposta para a independência financeira.

Isso explica o crescimento de pedidos para inserir a indicação de EAR (Exercício de Atividade Remunerada) na carteira de habilitação. Só em São Paulo, segundo o Detran, entre 2019 e 2021, houve crescimento de 17% no número de mulheres que solicitam carteira de motorista. Atualmente, as motoristas que trabalham com condução de veículos representam quase um quarto (23%) do total de pessoas com EAR em São Paulo.

A pesquisa foi realizada em 14 de fevereiro de 2022, por meio de questionários online por todo o país. Foram ouvidas 1.110 pessoas com mais de 18 anos, sendo 800 mulheres e 300 homens das classes A,B e C.