Governo do Estado anuncia investimentos em rodovia federal da região

0
347
O governador Eduardo Leite anunciou, nesta sexta-feira (25), no Palácio Piratini, investimento de R$ 490,2 milhões em recursos do Estado para a conclusão de obras em rodovias federais no Rio Grande do Sul. Os recursos serão aportados a partir de um termo de cooperação entre o governo do RS e o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit).

Fazem parte do conjunto de obras a duplicação da BR-116 no trecho de Guaíba a Pelotas e melhorias operacionais no segmento norte da rodovia (Novo Hamburgo e Porto Alegre), obras de segurança viária na BR-290 e a duplicação da rodovia entre Eldorado do Sul e Pantano Grande.

O governador destacou que o aporte estadual ocorre pelo impacto que a conclusão das obras vai gerar no desenvolvimento do Estado. “Não são apenas obras da União, são obras fundamentais para o nosso Estado e acompanhamos a demanda da população por elas. A divisão que fazemos entre os entes de governo existe do ponto de vista administrativo, mas a vida das pessoas não acompanha essa divisão. Não existe um povo municipal, estadual e federal, existe um só povo, e esse povo necessita dessas obras”, disse.

Publicidade

Leite explicou que foram priorizadas obras que têm contrato em vigência e para as quais há capacidade de execução, e lembrou que algumas já estão com a conclusão atrasada há mais de cinco anos. “Se o Estado tem hoje essa capacidade de investimento e sabemos das dificuldades orçamentárias que se impõem para que o governo federal conclua essas obras, vamos investir naquilo que vai nos ajudar a alavancar a nossa economia. Temos a firme convicção de que esse investimento é estratégico para o Rio Grande do Sul, e temos pressa nessas obras. As melhorias vão preservar vidas, melhorar o escoamento da produção e gerar desenvolvimento econômico, ajudando inclusive a gerar mais arrecadação e impulsionado outros investimentos para o Estado”, acrescentou o governador.

O superintendente regional do Dnit no Rio Grande do Sul, Hiratan Pinheiro da Silva, que também participou do anúncio desta sexta (25), detalhou o processo. “São obras que vão ser entregues para a sociedade. A visão que trazemos do governo federal, de executor, é de que vamos conseguir avançar muito. O governo do Estado vai entrar como parceiro. Vamos executar a obra, informado o nível de execução, e o Estado vai fazer os pagamentos, sem transferência de recursos. As empresas já estão se preparando para que possamos, com o aceno definitivo, dar ordem de início para as frentes de obras”, disse o superintendente do Dnit.

Fonte: Governo do RS